terça-feira, 8 de março de 2016

Se eu fosse eu mesmo, só que diferente?

Vou poetar um poemeu bem fraquinho, mas até que é um pouco melhorzinho

Se eu fosse um livro,
qual livro seria?
E se fosse uma estrada
qual estrada correria?

E se fosse um bicho?
Uma nuvem? Um rio?
E se fosse uma árvore?
cravo, hortelã ou lírios?

Teria também depressão,
Enxaqueca, tristeza?
Decepções, desamores,
amarguras, incertezas?

E se eu fosse outro?
Que outro habitaria?
Alguém mais feliz,
será que seria?

E se eu fosse eu mesmo
só que diferente em tudo?
Seria eu mesmo com novos capítulos,
ou morreria no prelúdio?

É isto aí!

Nenhum comentário:

Postar um comentário