quarta-feira, 6 de abril de 2016

Morrer em Paris

Veio de Paris a confirmação que todos temiam. Tio Zoinho falecera naquela tarde-noite de inverno francês, à beira do Sena. Poderia ser poético, romântico, exemplo de vida e sagacidade, mas ele estava literalmente falido quando fugiu com a amante, uma caboclinha lindíssima, que encontrou num passeio quando esteve em Natal. Tinha 69 anos e por incrível que pareça, tinha sempre aquele aspecto de homem maduro, sem idade definida e de banho tomado.

Tia Fafá não chorou nem sequer demonstrou raiva, ódio, pena, nada. Estávamos todos ao seu lado quando a mensagem chegou, de certa forma esperada, pois a caboclinha, cujo nome era proibido de ser citado, ligara na véspera para a Dedé, filha do tio Zoinho com a tia Fafá. Neste contato, havia relatado que ele passou mal e que foi levado para o Hotel Dieu, o mais famoso hospital público da cidade. Como não era emergência, pelo menos não parecia e as horas foram passando sem atendimento, disse que iria ao banheiro e desapareceu.

Ela comunicou o fato à polícia e somente na manhã seguinte recebeu a notícia de que o corpo havia sido encontrado às margens do Sena, e no bolso havia o passaporte e duas cartas, sendo uma dirigida a ela, em francês e uma em português para  a família. Além disto, de forma legível, havia seu nome, número de celular no bolso do paletó, para emergências.

Enquanto aguardávamos novas informações, tia Fafá levantou-se abruptamente, bateu espalmado com força por sobre a mesa de jacarandá, deu uma gargalhada monstruosa, e gritou em desabafo e desapego:

- Quer saber (risos sarcásticos) - quando aquela caboclinha filha de uma rapariga tornar a ligar, digam a ela que faça o favor de jogar o corpo do imbecil no Sena, por que Paris tem uma das melhores estações de tratamento de esgoto do mundo ... e saiu em desabalada carreira para seu quarto.

Desde então e depois disto tudo, chorou ... chorou ... chorou ... até o fim dos seus dias. A mágoa maior que tinha era de que nunca a levara a Paris.

Já a caboclinha herdou uma boa fortuna guardada a sete chaves num pequeno e discreto banco vienense e viveu feliz para sempre. De certa forma cumpriu o desejo do casal - Cremou o corpo e jogou as cinzas no Sena.

É isto aí!

Nenhum comentário:

Postar um comentário