sexta-feira, 10 de junho de 2016

Poesia Coquetista (Marco Merlin)

Autor - Marco Merlin

No II Concurso Literário da Revista Piauí de julho/09, a revista desafiou os poetas a encaixar a seguinte frase: 
“E dizer que estraguei anos de minha vida, que eu quis morrer, que tive meu maior amor, por uma mulher que não me agradava, que não fazia o meu gênero!” (Marcel Proust, do 1º volume da obra “Em Busca do Tempo Perdido”).

A frase era grande demais, ela já dizia muito. Marco Merlin resolveu então levar a ideia de “encaixar” a frase às últimas consequências. Esta aí o resultado: acabou conseguindo mostrar qual é o “gênero” da mulher em questão sem acrescentar uma só palavra! Saiu publicado na Piauí de agosto/09.


Nenhum comentário:

Postar um comentário