sexta-feira, 28 de abril de 2017

Mulheres de luz

Quando vejo
as fotos nuas
das moças pálidas
sob luz difusa

Siliconadas
Torneadas
Saradas
e plastificadas

Sem suor, sem poros
nas curvas aloiradas
onde a luz filtra
o difuso desejo

Aos macambúzios
aos solitários
aos idiotizados
e macários satanizados

Penso nas moças
pagãs, lindas,
tangíveis nas sombras
e imperdíveis ao tato.

Sob a luz dura
sem maiores alardes
gemem, sussurram, amam
se entregam devardes

Livres, sem pressa
Ah! Mulheres sem filtro
são musas divinas
feito messe luzidia.


 É isto aí!


* Na foto - Maria Antonieta Pons: Dançarina, atriz e maior mito do cinema mexicano dos anos 1940,  nasceu no dia 11 de julho de 1922, em Havana, Cuba e faleceu aos 82 anos em 20 de agosto de 2004 na Cidade do México , México.

Nenhum comentário:

Postar um comentário