sábado, 20 de maio de 2017

Carta a Jesus, o Cristo.

Senhor Jesus

Eu não estou cristão
pois fui forjado no teu amor.
Que minha vida
Tão pequena, tão modesta
Seja tua, Senhor
Hoje e sempre!

Olhai, Senhor,
para os pobres
os negros, os índios,
Acolhe, Senhor,
os desvalidos,
os desprotegidos
os carentes de humanidade.

Permiti, Senhor,
a redenção dos miseráveis
a cura dos desvalidos,
a saciedade da fome

Teu Corpo me alimenta
Teu Sangue me lava
Transforma-me Senhor
Em ferramenta Tua.

Glorifico, Senhor,
Tua paciência comigo
Tua perseverança
Teu amor eterno.

Transforma, Senhor,
a minha vida, a minha família,
a minha cidade, o meu país.
Vinde, Senhor Jesus!

É isto aí, Jesus!

2 comentários:

  1. Olá, Paulo Abreu, boa noite !
    Bela confissão, em forma de oração !
    Fiquei emocionado... Parabéns.
    Um fraterno abraço.
    Sinval.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sinval,

      Muitíssimo obrigado pelas suas palavras! Muito muito obrigado mesmo! Deus te abençoe!

      Paulo

      Excluir