quinta-feira, 11 de maio de 2017

Escadarias

Alto lá
Este poema não é meu
Copiei e colei
Autora - Bia Abreu*
Fonte - Aqui em casa mesmo

*Bia Abreu é minha filha e é linda, poetisa, escritora, toca Ukulelê e quase arquiteta, mas só neste item é quase. Li este poema que estava guardado a sete chaves como tudo que ela escreve:

Escadarias

O último degrau 
de uma escada 
no escuro. 
Passado inseguro,

futuro incerto.
Em que luz me sustento?
Cecília canta 
porque o instante existe

Alguém canta 
porque os males espanta
Eu, que temo minhas tantas sombras
Canto para segurar meu pranto.



É isto aí, Bia!

2 comentários:

  1. Bia Abreu não devia deixar seus escritos a sete chaves, eu acho. Precisamos de mais e mais belezas, músicas, desenhos, poesias e das artes todas para não sucumbirmos ao desalento que, às vezes, ser um humano nestes tempos, nos dá. Muito bom o poema!!!

    Há um ditado que sempre ouvi, mas nunca havia usado "o fruto nunca cai muito longe da árvore"...se não me engano é algo assim...Bia é o fruto.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amanda,

      Muito obrigado pelo carinho das suas palavras!

      Paulo

      Excluir