domingo, 13 de agosto de 2017

O que eu gosto do teu corpo (Julio Cortázar)

O que eu gosto do teu corpo é o sexo.
O que eu gosto do teu sexo é a boca.
O que eu gosto da tua boca é a língua.
O que eu gosto da tua língua é a palavra.

O escritor argentino Júlio Cortázar (1914-1984) é considerado um dos autores mais inovadores e originais de seu tempo, mestre do conto curto e da prosa poética, comparável a Jorge Luis Borges e Edgar Allan Poe. 

Li e conheci este poema no Blog do Itarcio

2 comentários:

  1. Prezado Poeta, Paulo Abreu !
    De Júlio Cartázar, brota, em versos poéticos,
    a coragem da sinceridade, sem auto censura.
    Muito grato por compartilhar, um fraterno abraço
    e uma ótima semana !
    Sinval.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sinval Santos,

      Obrigado pelas sábias palavras, sempre enriquecendo a Pitangueira! Boa e abençoada semana!

      Paulo

      Excluir